quinta-feira, 13 de março de 2014

Escrevendo

Escrevendo

Hoje depois de alguns dias
Novamente bateu uma vontade de escrever
Nada definido, sem nenhum título
Sem intenção e sem pretensão
Apenas ligo o pc e,
Começo a dedilhar teclas do teclado e,
 Ao final ver no que vai dar
Sem noção, sem nada em mente apenas
A vontade e disposição
De coração aberto, e mente nas nuvens
Talvez para  que do céu venha mais uma inspiração
Que caiba dentro do meu coração
É assim que as vzs, sai poema, ou uma canção
Criticas, frases soltas, até jargão
Crônicas e muitos textos em vão
Coisas impublicáveis ou declaração de amor
É assim que se dá, um dos processos de criação
Nos dias de hoje é bem mais simples e  fácil
Vem a mente a frase, o pensamento o devaneio ou uma visão
Liga-se o pc e tec tec tec ...
Começo a digitar, mesmo no famoso cata milho
E correção digital, algo sai e, é só salvar por final
Mas nem sempre foi assim ....
Antes era gravar na mente
Até papel, lápis ou caneta conseguir
Podia ser até no de pão
Guardanapo, qualquer pedaço
Ou maço de cigarros ...
No ônibus que balançava o desafio era
O depois entender meu modo egípcio de escrever
Mas ufaaaa .. muita coisa boa saiu
Mesmo as que ninguém viu



Elieser Santos 13/03/2014