quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Dádiva

Dádiva
Obrigado por tamanha dádiva
A de, permitir me aproximar e,
Adentrar em teu coração
De permitir, eu até mesmo
Despretensioso alterar algumas configurações
Pois te conheci meio que fechada para isso
Permitias me apenas, e, as vezes
O aproximar de ti
Mas nunca aproximação do teu coração
Dizia você que preciso era depois de tudo
Manter ele a distância, e em segurança
Tenho certeza que ainda hoje o guarda a 6 chaves
Pois uma delas a sétima
Você confiou a mim
Com a promessa de pertimir
O meu adentrar
Se o fosse de vagarzinho
O vasculhar
Se o fizer com carinho
O alterar
Se lhe transmitisse segurança
Bem, ainda caminho como que em ovos
Neste teu mundo
Ainda temeroso eu investigo
A fonte de tuas emoções
Mas super felíz
Em descobrir o que de ti vem
Em perceber mesmo que se preciso for
A chave te devolver
Que tal e tamanha experiência
Fez de mim um novo ser
E é justamente isso que quero fazer de você
Uma nova e melhor pessoa
A cada dia ...
Por isso todos os dias faço preces
Ao todo poderoso
Dono de nossos destinos
Que por bondade dele o divino
Amém possa dizer
Para eu e você
Elieser Santos ...