quinta-feira, 11 de setembro de 2014

É assim que és


Teus olhos transmitem tua essência
És água na forma de alma e coração
Tens a forma de mulher
Mas és mais, muito mais
Mais que os olhos podem ver
Mais que o oráculo
Por mais que te observe
Por mais que eu tente
Por mais que fixe o olhar
Cálculos e ciência não me revelam quem tu és
Por isso não sei lidar
Realmente és como águas
Como o mar livre, solta,
Calma e revolta
 Indomável quando assim o queres
Calmaria és quando me deixas na paz navegar
És meu fascínio ...
Mesmo dolorido após o baque de um naufrágio..
Ainda quer por ti e em ti me arriscar
Correr todos os riscos de um frágil barquinho
No imenso mar
Pena que o medo não inibe o meu desejar
Sou como você...
Sou espírito do teu espírito
Sou do mesmo tom que teu paladar
Não sou água...
Mas sou o H, da fórmula que te forma
Sou eu e sou você
Eternos e infinitos ....

Elieser Santos 03/09/14