segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Agridoce

Lábios de mel
Com sabor de fel
Que adoça e amarga
Nossos corações
Nos faz iludir pedir até
Implorar
Um dia, um momento que seja
Apenas por ver destilar
Destila desejo
Mesmo sem ensejos
Nos faz hipnotizar
Delírios do sonhar
Pesadelo ao acordar
Agridoce no paladar
Ilusão de desejar
Vinculo difícil
Quase impossível de quebrar
Quero mesmo sabendo
Quero mesmo perdendo
Quero até mesmo sofrendo
E apesar de tudo, eu te quero
É desejo em desalinho
Denominado,
Destino...

Elieser Santos 10/10/14