quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

A tua é a minha



Preocupo-me sim com a tua dor,
Com o que sentes, onde te dói
O que te incomoda, o que altera tua pressão
Posso até não demonstrar, mas perco o sono
Só de pensar, que você pode não estar bem
Se é dor na alma, no corpo ou no coração
Se é por medo de tudo de novo encarar
A tua é a minha dor, se dói em você
Em mim causa insônia e pavor
Mas fico um tanto feliz, sei é meio ambíguo dizer
Mas este prazer é de saber que de amor não existe o tal morrer
Se doer em você vai em mim sintomas aparecer
Se doer em mim sei que também vai em você
Se juntos formos assim pode ser que nem tenha isso um fim ter
Deixa eu, deixa eu cuidar de você, sentir o que você sente
Amar é também isso, nunca ser com a amada indiferente


Elieser Santos 30/12/14