sábado, 28 de março de 2015

Ser Negro


Sou o que sou, Negro
Não apenas sou Negro
Amo o que sou e como sou, Negro
Luto pelo que sou, Negro
Fui contemplado quando ele
O divino, Negro me determinou
Fui abençoado sim, assim, Negro
Afinal nada é por mero acaso
Ser Negro é fado,pra quem de fato o é, Negro
E nunca da parte dele por maldade
Sou assim mesmo, Negro e assim Negro sou
Negro na pele, de Alma, Corpo e por Amor

Elieser Santos