terça-feira, 28 de abril de 2015

Lágrimas

Ela é clara e salgada
Realmente pesa bem mais que uma tonela
Inexplicavelmente flui escorrendo pelo olhar
Dói mais ainda quando vem de um coração espremido
Machucado e ferido apenas por amar
Amarga até o paladar, embarga o falar
Ao mesmo tempo que alivia faz a ferida cicatrizar
Assim são muitas de nossas lágrimas
Respeitem-nas e deixem-nas rolar



Elieser Santos 16/04/15