segunda-feira, 8 de junho de 2015

Águas és

Mergulhei em águas mar
Entrelaçado em teus braços
Com envolto, e submerso pelas águas
Deixando- me a cada passo, ser envolvido
Sem medo do porvir, mesmo sem dar pé
Meu porto seguro é você e teus braços
Minha esperança é teu olhar
Tua voz traz consigo a confiança
É o que me faz dar a cada passo
Passos ao fundo das águas mar
Passos envolto na predileção por ti
Passos ritmados a velocidade do coração
Que a cada um, mais fica a acelerar
Motivado de tudo um pouco
Segurança e medo, pressão e apreensão
Fé e incredulidade, vontade e negação
Mas submergindo fui e o quero sempre
Pois tua sempre e marcante presença
Me garante que não irei afogar
Mesmo caminhando ao fundo
Logo ali vejo o horizonte
E além do horizonte onde há um lugar
Bonito e tranqüilo onde devemos morar
E sem você não há motivos para que eu
Trafegue, vislumbre, almeje ou habite por lá
Que águas puras e cristalinas conduza-nos
Que você água, a deusa das águas induza-nos
Que neste imensidão de águas mar
Nunca nos falte um ao outro
Não nos falte o suspiro da vida
O suspiro do amor e do amar
És águas é força, é o mar



Elieser Santos 08/06/15