quarta-feira, 8 de julho de 2015

Natureza Negra

A imagem fala por si só
Não existem realmente palavras que possam descrevê-la
Não existem argumentos a propor, ou adjetivos para a compor
Para comportar tamanha façanha da natureza
Tamanha divindade de cor, beleza realeza e realidade
O extraordinário de tudo isso é que, tudo num primeiro olhar se confundem
Todo contexto de imagens seja em primeiro ou em segundo plano
Fundem-se, confundem-se, completam-se, e extraordinariamente distinguissem-se
A natureza, e sua exuberante divina beleza e grandeza
A mulher negra, e sua não menos exuberante divina beleza e grandeza
A pessoa negra e sua magnífica cor, sua força, alegria, perseverança e ousadia
A tal melanina é o que a natureza precisava para se compor, para ser multicolor
Sem a qual a natureza seria apenas como uma ostra opaca e oca
Sim, é exatamente isso que estou falando, somos a pérola de mais alta valia
Pérolas negras, de valor inestimável e beleza fundamental
Coisa tal que fez e faz magnífica ser, a chamada natureza
Natureza que com suas muitas maravilhas, é o que é
Mas do qual ouso a dizer:
A primeira de todas maravilhas é esta tal pele negra
Por isso elas se fundem e se confundem como que se a natureza
No auge de sua majestosa e imponente beleza desejasse ser
Esta pessoa, esta mulher, desejasse ser apenas Negra


Elieser Santos 08/07/2015