domingo, 1 de novembro de 2015

Brilho

Não, teu brilho nunca se apagará
Não há estrela que possa um astro ofuscar
E astro de quinta grandeza tú o és
És mulher da pele preta e negra
Só por isso ja és mais que qualquer estrela
Pois são incomparáveis teus atributos
Do tom escuro de tua pele
Do teu sorriso largo
Do timbre da tua voz
Do teus cabelos, estejam eles;
Crespos, cacheados, lisos ou raspado
És astro de quinta grandeza
Por isso assim o és mulher
Mulher negra da pele preta
Teu modo de andar
Teu molejo ao dançar
Tua fibra ao guerrear
Teu gracejo ao corteijar
Te faz única e especial
Não és como tenraram nos enganar
És astro para outros iluminar
És assim e assim o és
És mulher, és negra mulher

Elieser Santos