sábado, 23 de abril de 2016

Meios e transporte

Vou seguindo e o transporte me levando
Embalado pelo movimento do busão
Sentado ali no fundão na manha e na moral
Curtindo a passagem da paisagem
Paisagem passageira e cotidiana
Da periferia até ali o centrão
Vejo meu povo subindo e descendo
Uns de boa outros nem tanto
Uns indo para o trampo
Outros o trampo já a tempos buscando
Manos e minas, senhores e senhorinhas
De estilo variados, se sentados cochilando
Se de pé, que é o caso da maioria
Alguns lendo algo, outros torcendo pro tempo passar
Pro moto acelerar, para mais ninguém entrar
Para alguém a sua frente levantar
No embalo do funk ou samba cantarolado
Vários fones no ouvindo as cabeças ritmando
Até mesmo no busão ou em qualquer condução
O tal do zap nos deixa tão próximos e tão distantes
Xi ... cadeira amarelas ocupadas olha só a parada
Entrando no aperto a senhorinha, a mãezinha e a grávida
Mas ufa enfim tudo resolvido
Ninguém se fingiu de dormindo
E assim vamos seguindo
Enfim cheguei ao meu destino
E amanha tem mais tudo isso garantido
Valeu moto tamu junto cobrador !!


Elieser Santos